Hermó

Espaço de reflexão Hermógenes de Castro & Mello

Deutsch Version hermo@hermo.com.br

Artigo nº 36 - 12/07/2008

Aberturas

Longe de qualquer compreensão maior sobre as nuâncias de arquiteturas, me encanto com os detalhes, para nós, leigos, tão práticos; porém requereram anos de observação, penso, por experiência, estudo e ajuste.

Sempre admirei, discretamente, imenso volume, parece-me escrito por arquiteto alemão, Neufert, cujo teor é todo o detalhamento do cotidiano arquitetônico, desde altura de portas e pias, às dimensões de aquecedores e janelas. Compêndio extraordinário, reeditado anos a fio e referência conhecida mundo afora.

Minha esposa, arquiteta, acompanha este detalhamento com olhos de conhecedora e toda vez que me alerta a determinado item, seja janela, porta ou piso, verifico, nesta arte, a arquitetura, existir, diria, carga ergonométrica tão intensa, a deixar as pessoas sentindo-se bem, confortáveis enfim.

Num passeio a Barcelona, nos aventuramos ao Parque Güell, aparente cacofonia azulejante, se me permitem o termo horroroso. Quando olhei para os bancos e os encostos em curva, pensei comigo: deve ser muito desconfortável... pois quando me apropinqüei, vejam só, perfeitamente moldado. Poderia ficar horas ali.

E olhando ao redor, percebi havia, dentro da profusão intensa de formas e cores, certa simetria completa. Por sinal detalhe a saltar aos olhos do observador de formação técnica, também na obra-prima do arquiteto A. Gaudi, a catedral da Sagrada Família. Suas casas, seu parque e sua catedral são marco intenso da arquitetura e proposição do adequado e confortável, até à alma, a observar-se a imponência da catedral.

Em escala mais modesta e regional, porém não menos determinante, me admira a arquitetura das casas e sedes de antigas fazendas no interior paulista. Certa grandiosidade, mirada em idas à além-mar de seus proprietários e a ajuda dos arquitetos de lá, a realizar o desejado.

O melhor exemplo me parece a Fazenda do Pinhal, em São Carlos. Hoje formidável hotel campestre e que pouco ocupado nesta época, permite ao hóspede (bem acompanhado, de preferência por arquiteta/o) observar os detalhes com grande tranquilidade. O que fiz; e fotografei. As notas podem trazer alguma elucidação, espero, mas os “objetos arquitetônicos” observados com olhos de visitante, me encantaram. Pela história passada e pela apresentação.

Em tempo: "clicando" sobre a foto, esta é aumentada para melhor observação.

Imensas janelas, na casa grande da Fazenda do Pinhal. Ventilam os ambientes de forma excelente, aliadas dos ditos "pés direitos" enormes. A parte superior entelada, impede os insetos de apoquentar os moradores.

A luz do dia, pela enormidade das janelas, fazia parte da necessidade em proporcionar o conforto, até para enxergar-se bem naqueles ambientes, na carência de iluminação artifical, essa praga do século XX.

Jose Bonifácio observa com tranquilidade a inversão do fechamento das janelas, com os tampos maciços internos. O vidro, novidade de ricos, ficava à mostra, externamente, sempre. A dizer silenciosamente: temos vidro!

Em dias de chuva ou vento o fechamento completo. Perigosa guilhotina, mas operada pelo escravo sem grande risco ao muitas vezes cruel proprietário.

Detalhamento do século XIX: janela, ventilação e iluminação em uma peça apenas, perfeitamente regulável, arquitetura a prestar conforto, com beleza.

Comentários

(envie um comentário)

hermó - 11/12/2007 (18:12)

O Bill Gates também, por isto acho denominou seu sistema operacional de Windows... he, he. Está em boa companhia.

cristina el kobbi - 10/12/2007 (12:12)

Vc nunca enganou ...... Sou uma apaixonada por janelas e adorei suas fotos . bjs cris

Hermó - 04/12/2007 (08:12)

A lente é uma desgraça, agora estou vendo, tudo em curvas. O velho problema do amador, pensa que é uma idéia na cabeça e uma câmara na mão que resolve... Preciso de aconselhamento profissional nesta questão fotográfica.

Cornelia - 03/12/2007 (16:12)

As fotos estão ótimas, caramba! Boa idéia fazer a folhinha com elas.

Hermó - 03/12/2007 (15:12)

Será a folhinha "Windows Pine Tree"....

JB - 03/12/2007 (15:12)

bá! já tens as fotos para a "fulhinha" de 2009! Ficaram supimpas, heim? Nada como um final de semana no Pinhal...