Hermó

Espaço de reflexão Hermógenes de Castro & Mello

Deutsch Version hermo@hermo.com.br

Artigo nº 984 - 02/10/2019

Por que o judiciário quer soltar Lula?

As razões são bastante simplórias.

Os motivos das condenações eram totalmente políticos, instrumentalizando o judiciário como oposição a uma das maiores forças políticas da história do país.

Aparentemente caiu a ficha que com o novo regime de extrema direita as benesses não foram entregues, como talvez esperado.

Cargos, mordomias, penduricalhos e demais correm algum risco. Não pelo governo não agradar esta classe, mas a própria lerdeza da recuperação econômica não permitir maiores arrojos.

Lula era mais benevolente com o judiciário, idem Dilma. Concursos, indicações e a zorra toda rolavam com mais tranquilidade. Os "linha dura de araque" atuais não são tão eficientes e diplomáticos com um judiciário, que sempre estendeu as mãos, ambas, e recebeu muito dos governos.

Incluindo o STF com suas mordomias absurdas, nem ao menos negadas pelos milicos, na ditadura 64-85.

Moro como ministro da justiça só está esperando sua indicação para o STF, pouco pode fazer no cargo nesse momento. E pouco faz mesmo. Não é, aliás, o tipo que agrade à cúpula do judiciário com suas determinações a torcer aquilo eles dizem preservar, a tal constituição.

E ser um clube fechado que negocia com governos (e bancos) sem estardalhaço. O estrelismo dele incomoda, além do seu raro envolvimento direto em política partidária, como fez mantendo Lula preso com argumentação curiosa. Simples assim.

Resumo: Lula era bom de negócios, a economia andava. Saiu com mais de 80% de aprovação. Errou com Dilma, realmente uma lástima.

A extrema direita viu uma chance, macaqueando Trump, de tomar o poder e convenceram metade dos brasileiros, no estilo "agora-é-noiz" (sic).

Deu no que deu.

Porém Trump tem a economia em ordem, aqui afundamos no atraso de sempre, lentidão, ultra-burocracia e discutindo inutilidades dispensáveis para a economia como porte de armas, isenção para meganhas darem tiros à vontade, identidade de gênero e peitando com bobagens ofensivas quem compra nossa soja e minérios.

E portanto acendeu a luz da razão no judiciário, os tempos passados eram melhores, não eram juízes e ministros execrados como os atuais "vilões", sem encheção de saco em aviões, com minions pentelhando acusações fake de redes sociais no conforto da viagem.

Pois é, saudosos do passado, são assim. Com Lula era melhor...

Nosso "Mandela" pelo visto é dos animais políticos mais completos nesse Brasil do século 21...

Comentários

(envie um comentário)

Seja o primeiro a comentar este artigo.