Hermó

Espaço de reflexão Hermógenes de Castro & Mello

Deutsch Version hermo@hermo.com.br

Artigo nº 974 - 25/06/2019

Os 50 melhores...

Saiu a tão esperada lista dos 50 melhores restaurantes do mundo. Patrocínio de uma marca de água mineral italiana e uma revista inglêsa, com o original nome de Restaurant...

Não conheço nenhum deles, excetuado um daqui de São Paulo (saiu da lista). Faz uma mistura de comida brasileira-nativo-exótica, deve ter desagradado aos juízes.

Muitos anos atrás era restaurante japonês, de alcunha Nioko (segundo diziam corruptela em japonês de New York, japa agringalhado). Depois o grande chef brasileiro, talentoso, assumiu e transformou no D.O.M. (Deo Optimo Maximo).

Pelos muitos compromissos e ausência, deve ter escorregado na condução do troço; e caiu na pontuação.

Todos demais listados não conheço.

Por uma outra lista, de certo antigo fabricante de pneus, conservador mas confiável, conheci apenas dois de uma estrela e um de três.

Os de uma estrela eram na Alemanha. Boa comida, mas nada derrubasse meu conceito ser excepcional.

Já o restaurante 3 estrelas dos irmãos Haeberlin em Illhäusern na Alsácia, foi uma experiência quase fenomenal. Tradicional, com entrada de fígado trufado de ganso e certo tenro filé de qualidade superior com molho de cogumelos e um purê inesquecível. Sobremesa não me recordo mais.

Porém tudo naquele momento estragado por um, graças a Lúcifer e Deus em ação conjunta, hoje ex-cunhado.

Em louco ataque de fúria ciumenta pela esposa, minha irmã, convidar o brazuca sem cultura para o tal repasto fino.

O sujeito esmerou-se, e conseguiu, transformar a experiência gastronômica em uma tarde pentelha.

A iniciar com comentários não entender alguém convidar um "não-conhecedor" em restaurante daquele gabarito, por aqueles preços.

Mais adiante, quando o maitre perguntou pelos drinques e eu solicitei uísque com gelo, a besta engasga de rir alto a dizer só um caipira pediria esse tipo de bebida num lugar daqueles. Quietou um tanto quando o mestre perguntou qual marca desejaria e se com ou sem gelo.

Um tempo depois o casal se separou, o pentelho hoje pena solitário com idéias da direita dos anos 1930 pelo sul da Alemanha, lamentando-se com a ex via Whatsapp sobre o difícil entardecer da vida.

Mas foi vitorioso, estragou aquele teria sido belo almoço.

Existe gente assim.

L´Auberge de Illhäusern, bom lugar para cunhados não irem...

Comentários

(envie um comentário)

Seja o primeiro a comentar este artigo.