Hermó

Espaço de reflexão Hermógenes de Castro & Mello

Deutsch Version hermo@hermo.com.br

Artigo nº 969 - 15/02/2019

Era tudo fake...

Hoje vejo duas fotos com o atual presidente do país. Em uma delas está em reunião com seu ministério, trajando a camiseta de time de futebol. Em outra, de sandálias de plástico, com paletó e calça de "training" esportivo.

Questão de decoro?

Não sei dizer, trajes não significam muito para mim. Trabalho de bermudas em ambiente requer calças compridas e sapatos.

Porém como estou em posição, digamos, privilegiada, não há contestação. Ao contrário, muitos já se arrogam o uso. E o clima brasileiro penso não é mais adaptável aos trajes de inverno europeu, vamos de calças curtas.

E nada contra times de futebol, nem contra a escolha do mandatário.

Flutuam ilações o homem ainda estar um tanto atrapalhado com as toxinas de longas anestesias, a remendar seus interiores.

Mas de fato não é tema que importe. Talvez se aparecesse como Carmem Miranda, haveria maiores temores. Não ocorreu.

O que sucedeu na verdade é que nada acontece.

São 45 dias de governo e aprendemos a economia não ter sido ajustada em nada, o lucro dos bancos permanecer crescendo, os privilégios no senado e câmara não se alterarem e o planejamento ser o de sempre: fantasias não realizadas.

Hoje a justificativa principal, diante do nada ocorrer, ser "votamos contra o outro partido" e "nada fazem mas também não roubam como os anteriores".

Interprete-se como quiser.

Todavia penso as "senhoras de Santana", a TFP e seus monarquistas, além dos demais, digamos, bem-vestidos, talvez se admirarem com o amarelo parmêra do ómi.

Enfim, foi tudo admirável grande fake, pouco a fazer. Após o carnaval saberemos como segue.

Pois, somos assim, está ok?

Vai parmêra!

Comentários

(envie um comentário)

Seja o primeiro a comentar este artigo.